Texas, Baby tocam hoje no Fontória

foto1texas

Os Texas, Baby são quatro rapazes e uma rapariga que cresceram a ouvir a música do tempo em que não havia internet e a música vendia-se em caixas de plástico. Rock n’ Roll sem artifícios, guitarras altas e refrões instantâneos. O seu novo single chama-se “Na Hora” e mistura anos 90 com psicotropicalismo de boteco maroto.

É com o concerto de Texas, Baby que, esta sexta-feira, 19 de agosto, a partir da 23h, começa mais uma edição da festa Chupa Rock n’ Roll, no Fontória Club & Disco, na Praça da Alegria, em Lisboa. Logo a seguir, DJ set com Natasha Wolf aka Carolina Torres e Karaoke 2.0 com o gang que segunda após segunda tem animado as Segundonas do Tokyo Bar, no Cais Sodré, em Lisboa.

A festa Chupa Rock n’ Roll é organizada pela editora Blood Records, uma secção da Associação Cultural Arte à Parte. A festa começa às 23h e dura até às 7h.

 

 

 

Chupa Rock n’ Roll no Fontória

texasbay
Texas, Baby
, Natasha Wolf aka Carolina Torres e Karaoke 2.0 actuam sexta-feira, dia 19 de Agosto, no Fontória Club na Praça da Alegria, em mais uma festa Chupa Rock n’ Roll.

Os Texas, Baby são quatro rapazes e uma rapariga que cresceram a ouvir a música do tempo em que não havia internet e a música vendia-se em caixas de plástico. Rock n’ roll sem artífícios, guitarras altas e refrões instantâneos. O seu novo single chama-se “Na Hora” e mistura anos 90 com psicotropicalismo de boteco maroto.

A festa começa às 23h00 e dura até as 7h com actuação de Texas, Baby, dj set de Natasha Wolf aka Carolina Torres e Karaoke 2.0 com o gang que segunda após segunda tem animado as Segundonas do Tokyo Bar, no Cais Sodré, em Lisboa.

 

Panda Pompoir reeditam álbum de estreia

ppp

Os Panda Pompoir nasceram em 2008, em Coimbra, pela mão de Ricardo Pinto, que mais tarde haveria de fundar os também conimbricenses The Macaques, antes da chegada dos Texas, Baby. São dez temas cantados em luso-brasileiro de rima livre, com solos de guitarra frequentes e coros psicotropicais. (Download do álbum)

Como bónus desta reedição, estão incluídos os temas “Mundial da Boa Esperança feat. Felipe Flamboyant” e uma versão do tema-single “Mónica”, interpretada pela estrela brasileira Ramon Barbozza. O disco foi gravado por Ricardo Pinto (voz e guitarra), Tony Ventura (guitarra), Miguel Falcão (baixo), Cândido Jacob (bateria), Denise Gayou (voz) e Vânia Couto (voz). A produção esteve a cargo de Ricardo Pinto e Xavier Marques.

Sabem o que é Karaoke 2.0?

mmmmm

Se quando pensam em Karaoke, pensam em vergonha alheia, naquela amiga que acha que canta mesmo bem ou se acham que ler letras de um ecrã de TV no meio de uma discoteca cheia não faz sentido, então sejam bem-vindos ao Karaoke 2.0, onde nada disso existe.

O conceito das Segundonas no Tokyo é muito simples: um dj e dois microfones abertos. El President escolhe as músicas que entender sem aviso prévio e sem folhas com nomes. E nem pensem em pedir-lhe seja que música for. Segundo o próprio, “Pedidos é nas finanças!!” Por outro lado, se souberem a letra, é só subir ao palco e cantar. Nessa altura, cumprimentem a Soraia Carrega, o Miguel Leão, o Pedro Ferreira e o Mauro Hermínio, lendários bailarinos/cantores das Segundonas, que vão dar-vos muito baile e um banho de energia.

As Segundonas acontecem todas as segundas-feiras no Bar Tokyo no Cais Sodré, a partir da meia-noite. Quem as anima acumula também funções no Comicalate, o projecto digital da Arte à Parte que publica conteúdos de humor.

 

The Macaques lançam Greatest Hits

A banda de rock ciclónico de Coimbra acaba de lançar uma compilação com todos os seus sucessos e ainda um tema inédito.

ghvoli.png

Formados em 2011 por João Moreira, Ricardo Pinto e Xavier Marques, a banda de Coimbra incendiou plateias de norte a sul do país com a sua energia e atitude inconformada. Uma passagem pelo Rio de Janeiro rendeu a gravação de dois temas, “Dança que nem Matogrosso” e um inédito agora editado “De um jeito ou de outro”. A sua última actuação ao vivo foi em Novembro de 2015 no Tokyo Bar em Lisboa. O download é gratuito.

Segundona no Tokyo celebra final de série Comicalate

Na próxima segunda-feira, 8 de Agosto, será divulgado o último episódio da série que acompanha a vida de Carlos Pereira, o único comediante preto em Portugal – “Um Africano de Robustez Razoável” no site de comédia Comicalate.


A festa que assinala o final de mais uma série Comicalate, vai ser no Bar Tokyo, no Cais Sodré em Lisboa, também na segunda-feira, 8 de Agosto, a partir da meia-noite. A série documental de seis episódios acompanhou o comediante durante alguns meses, seguindo de perto a sua vida pessoal e profissional no mundo do showbiz português. A série conta ainda no seu elenco com Ricardo Araújo Pereira, Rui Unas, Sir Scratch, Filipa Amaro, Conguito, Rui Cruz, Pedro Figueiredo, Pedro Teixeira da Mota, Manel Cardoso, Miguel Neves, Tiago Félix, Mauro Hermínio, Pedro Mesquita, Anita, Érica Rodrigues, Lídia Munoz, Maria Camacho, entre outros.

O Comicalate é um projecto da Associação Cultural Arte à Parte.